this ok Sentence this ok Sentence Ícone News - Unificação de impostos: Governo convoca Acrismat para debater posição do setor
UNIFICAçãO DE IMPOSTOS: GOVERNO CONVOCA ACRISMAT PARA DEBATER POSIçãO DO SETOR

UNIFICAçãO DE IMPOSTOS: GOVERNO CONVOCA ACRISMAT PARA DEBATER POSIçãO DO SETOR

  • Economia
  • Publicado em: 17/11/2016
  • Por: Ícone Press

“A Acrismat é contra o aumento de impostos na suinocultura”. A afirmação é do presidente da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat), Raulino Teixeira, em reunião convocada pelo governador Pedro Taques nesta quarta-feira (16.11), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá. O governador conversou com a entidade, juntamente com representantes da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Associação de Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat) e Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) sobre a unificação de impostos no Estado.

 

Em reunião com governador e representantes do segmento agro, Raulino Teixeira, explicou o preocupante momento que suinocultura passa, e afirmou que se a unificação dos impostos onerar o produtor, a Associação se posiciona contra.  "Entendemos e respeitamos a atitude do executivo de reformular a política tributária do Estado, a unificação, desde que seja amplamente debatida com os segmentos é legítima. Mas aumento de impostos o nosso setor não suporta", pontuou.

 

O presidente apresentou ainda ao governador a crise que afeta a suinocultura mato-grossense, há cerca de um ano, e que já fechou dezenas de granjas no Estado. O alto custo de produção, impulsionado pela inflação do milho e a baixa remuneração pelo quilo do suíno, gera um prejuízo que chega a ser de R$ 1,00 por quilo vendido, são os motivos que pressionam os produtores. "Precisamos de estrutura, de incentivo e neste momento o ideal seria redução e não aumento de impostos", defendeu. 

 

“Desde o início do ano pedimos a Sefaz a redução da alíquota de ICMS na comercialização estadual e interestadual de suínos vivos de 12% para 7%, assim como é feito com o boi. Outros Estados, como o Paraná e Santa Catarina, já tomaram essa medida para aliviar o setor dos impactos da elevação do custo de produção com a alta acentuada no preço do milho”, reforçou Raulino Teixeira.

acrismat reunião governador crise

COMENTÁRIOS