this ok Sentence this ok Sentence Ícone News - Famílias procuram seguro para garantir tranquilidade nas férias
FAMíLIAS PROCURAM SEGURO PARA GARANTIR TRANQUILIDADE NAS FéRIAS

FAMíLIAS PROCURAM SEGURO PARA GARANTIR TRANQUILIDADE NAS FéRIAS

  • Economia
  • Publicado em: 31/07/2017
  • Por: Ícone Press

Possuir um imóvel e um veículo é o sonho de todo brasileiro. Bens que na maioria das vezes são adquiridos com muito trabalho e que não podem ficar suscetíveis a imprevistos. E a maneira mais fácil de manter o patrimônio protegido é com a contratação de seguro, que oferece tranquilidade durante todo o ano, 24 horas por dia. No período de férias, ter um seguro residencial e veicular é ainda mais importante, afinal, não é possível saber quando o improvável vai acontecer.

            No que se refere ao seguro residencial e veicular, a Central Sicredi Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Rondônia, Pará e Acre, registrou crescimento de 12,5% e 4,4%, respectivamente, nas vendas no 1º semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2016. A comercialização de seguros residenciais movimentou R$ 2,492 milhões este ano, contra R$ 2,214 milhões no ano passado, na mesma base de comparação. Já as vendas de seguros veiculares totalizaram R$ 28,962 milhões em 2017, ante R$ 27,732 milhões em 2016. A quantidade de seguros residenciais vendidos somou 10.988 e a de veículos registrou 4.928 este ano.

            Dados da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) apontam crescimento de 7% no setor de seguros no Brasil de janeiro a maio, sobre o mesmo período de 2016, “um crescimento forte se comparado a outros segmentos”, avalia o presidente da CNseg, Marcio Serôa de Araújo Coriolano. Para 2017, o mercado segurador brasileiro estima crescimento nominal entre 9% e 11%. Ano passado, o setor teve expansão de 9,2%, apesar de todos os entraves na economia, bem próximo do resultado obtido em 2015, quando cresceu 10,3%.

            A contratação do seguro não vai proteger o bem apenas durante as férias, em julho e dezembro. Ele garante a proteção dos bens por um ano, e ainda pode oferecer bônus ao contratante. E o Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 3,5 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros, tem em seu portfólio de produtos uma série de seguros disponíveis aos associados, como o residencial, o patrimonial, o veicular e de vida (individual ou em grupo). A consultora de Negócios Pessoa Física do Sicredi na região Centro Norte, Juliana Rodrigues, comenta que o seguro do imóvel, seja ele casa ou apartamento, oferece segurança e tranquilidade ao longo de todo o ano, principalmente no período de férias, quando as famílias viajam e o imóvel fica mais vulnerável.

E foi pensando justamente em ter tranquilidade, especialmente quando viaja de férias ou para qualquer outro compromisso fora da cidade, que o comerciante Lot Forlin, 66 anos, contratou o seguro residencial há quase um ano. Morador de Gaúcha do Norte, ele e a esposa viajam pelo menos duas vezes por ano e ficam cerca de uma semana fora de casa. “Então é melhor prevenir, ter a garantia de que se acontecer alguma coisa estaremos protegidos. Melhor pagar e não precisar do que acontecer o pior e não estarmos amparados”, diz o Forlin, que é proprietário de um hotel na cidade, para o qual já está planejando a contratação de um seguro patrimonial.

O agricultor aposentado Olavio Nelson Robaert, de Canarana, possui seguro residencial há oito anos para a casa onde mora e para outros cinco imóveis que possui. Aos 70 anos, ele conta que não pode correr o risco de ter o patrimônio ameaçado por vendavais, incêndios, roubos ou furtos. “O seguro residencial é mais barato que o de carro. E se houver um vendaval, incêndio temos a quem recorrer”. A caminhonete dele também tem seguro.

            A situação é a mesma do pecuarista Hélio José Alves Colin, 59 anos, que mora em Araputanga. Tem o seguro do veículo, também uma caminhonete, que usa para se deslocar na fazenda, na cidade e para viagens mais curtas como para Cuiabá, a 337 km da cidade onde reside. “Nossa região é muito visada e a incidência de roubos e furtos é alta. Não podemos ficar desprotegidos”.

 

Coberturas

 

A cooperativa de crédito Sicredi oferece coberturas básica e adicional para o seguro residencial. A escolha é feita conforme a necessidade do associado. O seguro básico tem cobertura contra incêndio, queda de raios e explosão. Podem ser adicionadas coberturas contra danos elétricos, vendaval, impacto de veículos, roubo/furto de bens, perda/pagamento de aluguel, responsabilidade civil imóvel/familiar, quebra de vidros e veículos em garagem, sendo que algumas coberturas estão sujeitas a condições estabelecidas pelas seguradoras. É oferecido por seis seguradoras e custam a partir de R$ 230, para imóveis a partir de R$ 200 mil, por exemplo. O pagamento pode ser feito em até 10 vezes, sendo seis vezes sem juros.

No caso do seguro veicular, a consultora de Negócios do Sicredi, Juliana Rodrigues, afirma que é atendido por três seguradoras, que cobre todos os tipos de veículos, desde motocicletas, automóveis e comerciais leves, até ônibus, caminhões, frotas e carros esportivos. A forma de pagamento é a mesma. “Infelizmente a nossa região apresenta um risco maior, e a situação do país fez com que os índices de criminalidade crescessem, aumentando a probabilidade de roubos. Isso faz com que a contratação de seguro para proteger o bem móvel se torne ainda mais necessária”.

Juliana adianta que o custo da apólice varia e o cálculo do valor é complexo, pois leva em consideração diferentes situações, como se há jovens na casa e que podem dirigir, se há vaga de garagem, se o automóvel é usado para o trabalho. Até mesmo índices de roubos e sinistralidade são levados em consideração na formação do valor. “Para contratar o seguro é fácil. Basta o associado ir a uma agência e informar o interesse ao gerente”, orienta.

 

seguro casa sicredi ferias familia segurança

COMENTÁRIOS