this ok Sentence this ok Sentence Ícone News - Nova exposição da Casa do Parque traz fase inédita de Adriano Figueiredo
NOVA EXPOSIçãO DA CASA DO PARQUE TRAZ FASE INéDITA DE ADRIANO FIGUEIREDO

NOVA EXPOSIçãO DA CASA DO PARQUE TRAZ FASE INéDITA DE ADRIANO FIGUEIREDO

  • Cultura
  • Publicado em: 07/12/2017
  • Por: Ícone Press

Cores, movimentos e faces são as principais características das obras do artista plástico mato-grossense, Adriano Figueiredo, que expõe pela primeira vez na Casa do Parque. Ao todo são 30 peças que poderão ser apreciadas na exposição denominada “AFTER” que será lançado para o público no dia 07 de dezembro, às 19h, com entrada franca.

 

Quem conhece os trabalhos de Figueiredo, se encanta com a forte personalidade expressa em suas obras. Inovador, capaz de trazer ao seu universo um olhar mutável e surreal e se tornar palpável por meio de sua consistência. “São faces, cada pessoa é livre pra sentir, eu sinto Cristo, mas não foi intencional, as coroas de espinhos pintei depois, mas o que surge são faces, de varias formas e com a mesma energia”, comenta Figueiredo.

 

Dentre os seus principais trabalhos destacam-se a exposição “Sotaque do Mato”, que o levou a primeira individual na Europa. Em seguida fez duas coletivas nos Estados Unidos, no consagrado bairro de Wyndwood na galeria House of Art, em Miami. Depois realizou uma mostra no Hotel Blee True, em SP, em parceria com a escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé, onde criou a arte da camisa da diretoria.

 

Assinou também o figurino do grupo Flor Ribeirinha na turnê da Itália e nos festivais na Coréia do Sul. Projeto que deu origem a um livro de ilustrações e a sua mais conceitual e expressiva exposição “Convertendo em Curvas”, sucesso na galeria do SESC Arsenal com mais seis mil visitas e boa crítica.

 

Outros trabalhos importantes ainda em sua curta carreira é o selo dos 50 anos da TV Centro América e o símbolo comemorativo aos 45 anos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Em cinco anos dedicados a arte, Adriano, tem obras espalhadas em quase todos Estados brasileiros e alguns lugares do mundo como Argentina, Noruega, Portugal, Espanha, França e Estados Unidos.

 

Sobre a exposição na Casa do Parque, Figueiredo explica que não sabe dizer ao certo do que se trata. “Já tem algum tempo que aparece esse trabalho, é muito sentimento, seja irracional ou por algumas influências externas, a primeira vez, depois de terminar, eu pensei esse trabalho não é meu, de onde que surgiu. Tinha dificuldade de assumir, até de assinar, não é algo que eu tenha domínio, é uma arte paralela e aparece de forma intermitente, some, mas volta muito forte, de repente talvez seja o resultado de outro lado meu que eu não conhecia, mas o processo criativo me faz bem, é um trabalho que ainda estou procurando um modo de lidar, criar essa convivência, uma real ação harmônica”, pontua.

 

Para a idealizadora da Casa do Parque, Flávia Salém, “foi encanto à primeira vista, quando o Adriano me apresentou as primeiras obras, ainda no início deste ano. Propus que a exposição fechasse a temporada 2017 por passar uma energia espiritual para quem as vê e isso é ainda mais especial próximo ao Natal. Tenho certeza que os visitantes irão também irão se emocionar”.

 

SERVIÇO

NOVA EXPOSIÇÃO “AFTER”

Onde: Galeria 455 na A Casa do Parque

Quando: 07 de dezembro

Horário: 19h

Entrada Franca

casa do parque adriano figueiredo exposição nova expo after obra de arte mato grosso cuiabá

COMENTÁRIOS