this ok Sentence this ok Sentence Ícone News - Pioneiro do pólo sementeiro em MT, Trentini, pede RJ em Mato Grosso
PIONEIRO DO PóLO SEMENTEIRO EM MT, TRENTINI, PEDE RJ EM MATO GROSSO

PIONEIRO DO PóLO SEMENTEIRO EM MT, TRENTINI, PEDE RJ EM MATO GROSSO

  • Economia
  • Publicado em: 22/03/2018
  • Por: Ícone Press

Produtor será o primeiro a utilizar plataforma on line de Recuperação Digital 

O Juiz de Lener Leopoldo da Silva Coelho, da comarca de Alto Garças deferiu a Recuperação Judicial do empresário e produtor rural Roland Trentini, o pedido foi protocolado no Poder Judiciário,na primeira semana de março.

A crise econômica vivenciada pelo país compromete as finanças de empresas de vários segmentos. No agronegócio, os riscos internos do negócio (clima e produtividade) e externos (variação cambial, de insumos e commodities) nas últimas safras agrícolas trouxeram cenários adversos que comprometeram a rentabilidade e o resultado financeiro de cerca de 35% dos produtores de Mato Grosso.

A conjuntura formada pela queda na produtividade, aumento nos custos de produção e baixa no preço de venda motivou o empresário e produtor rural Roland Trentini, de Alto Garças, a protocolar o Pedido de Recuperação Judicial junto ao Poder Judiciário, no último dia 9 de março. O deferimento do Pedido é esperado para os próximos dias.

Com o aceite do Pedido de Recuperação Judicial, o empresário terá condições de honrar os pagamentos dos credores (fornecedores, instituições financeiras), além de cumprir os contratos com seus clientes, com a entrega de grãos, e o pagamento regular dos empregados, que hoje somam 260. O passivo apresentado foi de R$ 372 milhões.

A sede da empresa, Sementes Arco Iris, é em Alto Garças, com operações também em Nova Mutum, Vila Rica e Guiratinga. Atualmente suas unidades tem capacidade de produção de 1.200.000 (um milhão e duzentas mil) sacas  de 60 kg de soja grãos e 420.000 (quatrocentas e vinte mil ) sacas de 40 kg de semente de soja.

O advogado Euclides Ribeiro, da ERS Consultoria e Advocacia, responsável pelo processo de Recuperação Judicial de Roland Trentini afirma que a Recuperação Judicial é um meio legal para que as empresas permaneçam no mercado. Instituída em 2.005, ela possibilita que empresas com desequilíbrio financeiro - hoje decorrente da situação econômica do país e de fatores externos diretamente ligados à atividade – possam se reestruturar no mercado, honrando os pagamentos e se recuperando economicamente, possibilitando voltar  a atuar normalmente no mercado.

“Indústria, comércio, serviços passam por crise financeira. O agronegócio não é diferente, cerca de 30% da produção de grãos de Mato Grosso tem endividamento superior a 1.600 dólares por hectare. O serviço dessa dívida não é suportado pela produção. O caso Trentini é somente um reflexo da situação real do campo no Brasil. Este produtor, no campo há 42 anos, não conseguiria plantar já na próxima safra se não tivesse essa renegociação  judicial. Felizmente o Poder Judiciário sempre atento está pronto para intermediar uma negociação coletiva com os credores trabalhadores e fornecedores”, defendeu.

A partir do deferimento do Pedido de Recuperação Judicial, o processo tem continuidade com a elaboração do Plano de Recuperação, em que a empresa expõe as dívidas e a proposta de pagamento aos credores. O plano é apreciado em assembleia. Assim que aprovado, o Plano é homologado na Justiça e começa a ser executado.

Histórico

Roland Trentini é natural de Panambi (RS) e está em Mato Grosso há 42 anos, para onde veio estimulado pelo governo federal, que queria expandir o país para a região Centro-Oeste. Com o incentivo do governo e a migração de muitos sulistas para a região central do Brasil, seu pai Osvino Trentini comprou terras na cidade de Alto Garças. Começou com a produção de arroz, com a 1ª colheita em 1977. No ano seguinte semeou a 1ª lavoura de soja na Fazenda Amizade.

Com o avanço na fronteira agrícola, mesmo em meio às dificuldades de crédito, de logística e de comunicação, o produtor rural e empresário investiu na produção  sementeira, e criou as Sementes Arco-Íris em 1988, também em Alto Garças, na Serra da Petrovina, conhecido como polo sementeiro de Mato Grosso.

A dedicação e a forma de produzir geraram reconhecimento. A Família Trentini foi agraciada por três vezes seguidas com o Prêmio Produtividade Rural – Produtor Modelo, nos anos de 1980, 1981 e 1982, instituído pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O primeiro deles foi atribuído ao patriarca, Osvino Trentini. O espírito empreendedor e a vocação agrícola levaram a família a expandir as atividades para outros municípios como Guiratinga (1988), Nova Mutum (1993) e Vila Rica (2013), esforço que tem contribuído com a geração de emprego e renda nestas cidades.

A busca por ajudar no desenvolvimento da cidade onde atua levou Roland Trentini também à política. Foi eleito prefeito de Alto Garças em 1966 e reeleito no ano 2000, com 80,3% dos votos. O terceiro e último mandato foi de 2008 a 2012, atividade pública que conciliou  com a atividade rural. Atualmente, as principais unidades produtores são: Fazenda Arco Iris (Alto Garças), Lagoa Vermelha (Guiratinga), Canta Galo (Nova Mutum) e Sucupira (Vila Rica).  Atualmente suas unidades tem capacidade de produção de 1.200.000 (um milhão e duzentas mil) sacas  de 60 kg de soja grãos e 420.000 (quatrocentas e vinte mil ) sacas de 40 kg de semente de soja.

Recuperação Digital

Com foco na eficiência e agilidade que a internet oferece hoje em soluções de problemas a ERS Consultoria e Advocacia lança a Plataforma de Recuperação Judicial Digital, uma ferramenta para agilizar o processo de recuperação Judicial e a negociação entre recuperandas e credores. “Com clareza, lisura e transparência, intenção é que com este canal haja redução da ineficiência do mercado por meio da disponibilização de todas as informações nessa Plataforma”, explica o advogado Euclides Ribeiro, idealizador do projeto.

A Plataforma oferece, com segurança, um caminho para empresas, credores e investidores para chegar a um acordo. As informações são disponibilizadas na Plataforma Digital e qualquer pessoa pode analisar o crédito listado e oferecer um valor financeiro por ele, considerando a qualidade do devedor, dos consultores, do histórico e do próprio mercado.

Segundo ele a instituição “Recuperação Judicial” tem evoluído muito no país. “Com a plataforma, estamos fazendo a Recuperação Digital,  instrumento que traz mais clareza, velocidade e transparência às negociações. Os credores podem negociar e investidores podem participar dessa recuperação  no ambiente online.

Advogados, credores, devedores e investidores podem acessar  recuperaçãodigital.com.br e negociar seus créditos.

Recuperação Digital Recuperação Judicial ERS

COMENTÁRIOS